17/02/2017

"Tesouros Disney": Raridades e Clássicos INÉDITOS no Brasil...

As edições em capa-dura da Disney já começaram bem este ano (apesar de um reajuste no preço)... E esta bela compilação de HQs raras dos anos 50 e 60 traz materiais que ainda permaneciam INÉDITOS no Brasil há mais de meio-século!

Em "Tesouros Disney"... O leitor encontrará um verdadeiro baú arqueológico de histórias produzidas por grandes mestres do passado, com destaque pra HQ: "O Monarca de Medioka" (de Floyd Gottfredson), entre várias outras jóias da casa!

Confira abaixo:

"Tesouros Disney"... É uma edição que cumpre exatamente o que promete no título, e traz ao leitor verdadeiros tesouros dos anos 50 e 60 que nunca foram publicados no Brasil (sabe-se lá por qual razão)! Este encadernado de luxo (capa-dura) tem 384 pág e custa R$ 69,90 (houve um reajuste de 10 reais nessa linha de encadernados da Abril, mas vale ressaltar que a mesma edição também pode ser encontrada com descontos consideráveis por aí: Chegando na faixa de 52 reais em lojas virtuais - sempre cabe ao leitor garimpar as melhores ofertas)!  

O grande destaque é a HQ: "O Monarca de Medioka"... De Floyd Gottfredson e estrelada pelo "Mickey". Já fazem 80 anos da 1º impressão dessa história (originalmente em tiras de jornal de 1937-1938) que veio parar aqui em uma versão adaptada pro formato de comics (ao invés de tiras). A história ocupa quase 1/3 do encadernado (com 107 pág no total) e é considerada uma das melhores aventuras do "Mickey" na 1º metade do século 20 (seja pela crítica social, quanto pela - estranha - semelhança com a nossa realidade política atual, onde os governantes esbanjam e investem mal o dinheiro do povo)!

Na trama, "Mickey" troca de lugar com um rei (uma clara inspiração na obra literária: "O Prisioneiro de Zenda") e a bagunça na economia vira uma bola de neve! Essa história também deverá estar presente na NOVA coleção do Gottfredson que estreia em março, porém: Em formato diferenciado (de tiras com 3 quadros por linha e widescreen)! Sim, o repetéco será inevitável nesse caso (mesmo que com alterações diversas - inclusive nas cores)!

Há também outros destaques interessantes nestes "Tesouros"... O "Fantasma da Montanha Canibal" (capa acima, com "Mickey & Pateta" na neve), "Volte Pra Casa, Pluto" (1952), "Aventuras com Robin Hood" (1956), "Guia do Oeste" (com "Havita"), "Pessoa Errada" (com "Branca de Neve" e "Pinóquio"), "O Capitão da Confusão" (de Tony Strobl), "O Bandido da Neve" (de Al Hubbard - com "Mickey X Bafo-de-Onça"), "Ganchos e Vilões" ("Tio Patinhas", "Metralhas", e "Cap. Gancho"), Os "Cavalos Fujões" (PRÉVIA acima - com Donald e Margarida), "A Escola do Peninha" (de Dick Kinney & Al Hubbard), e "O Pó Mágico" (Cavazzano - 1967)!

As imagens e capas que selecionei pra ilustrar esta postagem... Foram tiradas de diversas publicações do exterior onde já saíram as histórias contidas nestes "Tesouros". São capas clássicas de gibis publicados nos EUA, Itália, França, e Holanda (a capa acima de fundo verde com o Tio Patinhas e Prof. Pardal) durante as décadas de 50 e 60 (é interessante comprar o estilo de capas e layout feitas lá fora com o material que saía por aqui nos primórdios da Abril - Todas são legais e interessantes, mas as diferenças saltam aos olhos)! Também incluí acima uma pág. (original) do "Monarca de Medioka" e abaixo: Um POSTER de Gottfredson pra essa HQ!

A capa dos "Tesouros" combina bem pra proposta do encadernado... Porém, a imagem da capa (uma belíssima pintura à óleo de Carl BARKS) pode parecer enganosa pro leitor que esperar encontrar algo do artista na edição. Fica aí o AVISO então: NÃO tem nenhuma história do Barks aqui (apenas a CAPA é dele)! Vale a pena comprar esses "Tesouros"? Se o leitor apreciar um bom clássico: SIM. Mas recomendo cautela para aqueles que também pretendem fazer a coleção do "Mickey de Gottfredson" e não quiserem ter um repetéco por tabela (embora, como falei acima: Haverá diferenças de formato entre uma versão e outra do "Monarca")!

Até+

165 comentários:

  1. E aí, Leo? Tudo bem?

    Venho pensando sobre tentar fazer ou não a coleção do Gottfredson, pensando na periodicidade, preço e formato. Acho que vou deixar passar essa edição de Tesouros por enquanto, apesar se ter um material que me chama bastante a atenção. Se fosse em outro momento, eu compraria essa, mesmo que pudesse ter a maior história repetida, só pelo valor dos clássicos. Eu adoro esse material antigo!

    ResponderExcluir
  2. blz leo?
    gostaria de comprar esta HQ mas o preço não ajuda e pra comprar pela net o frete precisa ser gratuito, ai tem que comprar mais produtos pra rolar o mesmo e no final das contas acaba ficando mais caro.
    de qualquer forma pretendo fazer algum sacrifício pra comprar pelo menos algumas edições do Gottfredson.

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Fora Medioka, o mix é meio qualquer coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será um dos motivos, para estar inédito até então?

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Boa tarde hunter. Desculpe incomodar, mas se não me engano reparei que vc mora em Portugal, por comentários antigos. Estou para me mudar para Portugal em agosto e, se possível, gostaria que vc me tirasse duas dúvidas: 1- vc conhece lojas físicas onde podemos comprar nossas queridas hqs (brasileiras/européias/americanas?
      2- já notei que algumas mensais/encadernados da panini, possui valor em euro para Portugal. Esses materiais chegam por aí? Se eu te confundi com outra pessoa, desculpe. Agradeço desde já. Abraços!!!!

      Excluir
    3. 1 - Lojas físicas há várias. Qualquer livraria FNAC tem um acervo gigante de HQs, por exemplo.

      2 - Algumas mensais e uns poucos encadernados chegam aqui sim, mas é preciso garimpar para encontrar...

      Excluir
  4. Pelo visto Abril está de uns tempos para cá percebendo que há público que se interesse por volume de capa dura e que contem grandes clássicos. Se não fosse pelas outras opções da Panini que ando sempre comprando essa seria uma compra certa. Quem sabe mais pra frente.

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca ia imaginar que tem tanto mercado para HQ's da Disney voltadas a colecionadores no Brasil!

    ResponderExcluir
  6. "Porém, a imagem da capa (uma belíssima pintura à óleo de Carl BARKS) pode parecer enganosa pro leitor que esperar encontrar algo do artista na edição..."

    A Abril bem que poderia ter providenciado uma capa original.

    Como por exemplo a galera Disney em volta de uma arca aberta sem mostrar ao leitor o conteúdo da mesma, fazendo assim suspense sobre qual é o verdadeiro tesouro.

    Ou então a mesma turma reunida na clássica composição em torno de uma poltrona c/ o Tio Patinhas segurando um livro com a mesma capa fazendo a brincadeira da metalinguagem.

    Ou também, um mix de personagens Disney e desenhos humanizados de crianças, todos lendo exemplares da edição metalinguistica.
    Isso transportaria a mente do leitor adulto, (que é o alvo da publicação) saudosamente a sua infância.

    Penso que no passado, a Abril teria delegado mais tempo a concepção dessa capa, Leo.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  7. Tadeu Olivetti07/02/2017 12:52

    Olá Léo.
    Comprei essa edição e confesso que fiquei um pouco decepcionado.
    Esperava um volume no estilo do Disney Especial "Os Inesquecíveis"; edição esta nunca republicada pela Editora Abril. Vale mais para colecionadores mesmo. Vai valer muito a pena comprar a Coleção "Anos de Ouro de Mickey" (Floyd Gottfredson); essa sim esperada há décadas por leitores dos gibis Disney no Brasil.

    ResponderExcluir
  8. Meio off topic Leo, mas gostaria de colecionar Asterix e Obelix, sabe me dizer qual a melhor opção? Parece que varias editoras publicaram o material do pequeno gaules, inclusive sabe o que houve com a coleção dele publicada pela salvat?

    ResponderExcluir
  9. Fala, Léo!
    Devido a uma viagem de férias fiquei uns 10 dias sem comentar no blog (mas tem um homônimo participando). Fiquei sem comentar, mas nunca sem ler!
    Sensacional esta coleção, mas para o meu alívio temporal e financeiro, já não encaro mais Disney.
    Percebendo a boa aceitação do material, imagino como que as BHM, se lançadas agora, não teriam também ótimos resultados comerciais.
    Creio que material clássico, bem cuidado e editado, sempre será atrativo para seu público (hibernante). Basta trabalhar direito (alô editores!) que o resultado aparece.

    abs.

    ResponderExcluir
  10. De Disney,eu só compro Zé Carioca
    Eu acho que deveria ter um desenho animado dele. Um desenho que fosse um pouco infantil,mas sem perder o humor.

    ResponderExcluir
  11. Eu comprei este encadernado e, se me permite a minha opinião, este é um (tes)ouro de tolo! As histórias são muito datadas! Infantis e fracas. E o preço cheio (sem desconto) dele não compensa de forma alguma. Não é à toa que estas histórias estavam inéditas! Algumas não têm nem o crédito do roteirista - não se sabe nem quem escreveu ou quem escreveu ficou com vergonha de assinar (rs)!. Eu, particularmente, não recomendo em hipótese alguma (nem com 50% de desconto)! É apenas um caça-niqueis!

    ResponderExcluir
  12. "Venho pensando sobre tentar fazer ou não a coleção do Gottfredson, pensando na periodicidade, preço e formato."


    Oi, Leo... Tdo bem?

    Botando as contas no papel... A coleção do Gottfredson terá 37 Vol. ao preço de R$ 60 cada (se não sofrerem reajuste no meio do caminho). A soma dessas ed. todas sairia uns R$ 2.200! Na melhor das hipóteses, estamos falando de uns R$ 1.500 (pra quem for garimpar preços na internet)!

    Eu vou encarar pq sempre quis mto ter essa fase completa... E vou considerar a periodicidade como uma espécie de "prestação" (imagino - palpite - q deva sair no mesmo ritmo dessas do Barks)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensar numa coisa dessas é para enlouquecer qualquer um; eu já compro em loja para ser mais seleto e gastar menos ( sim, apesar dos preços mais baixos, ele lhe atrai para outras edições que você nem imaginava que ia pegar devido ao baixo preço ). Não quero fazer esse calculo agora porque senão eu vou acabar abandonando a coleção ( sim, por mais que eu goste de histórias, só de imaginar todo mês gastar pelo menos 60 reais por anos, dá aquele receio de você ter abandonado aquela edição mais barata e também boa e claro sem contar os reajustes ). Atualmente eu acho que só tenho umas quatro edições da Salvat que desejo pegar e dá o preço de somente dois encadernados do Barks, ou seja, é algo para se pensar, fora que apesar do preço, acho que as histórias independentes estão mais interessantes atualmente, ou aqueles encadernados de 20 e poucos reais.

      Enfim Leo, que eu vou pegar uma ou outra edição do Gottfredson e do Taliaferro não resta dúvida, agora completar a coleção, o meu bolso e minha consciência não deixará.

      Excluir
  13. "gostaria de comprar esta HQ mas o preço não ajuda e pra comprar pela net o frete precisa ser gratuito"


    E aí, gustavo... blz?

    O preço total vai sair pesado mesmo (no comentário acima fiz umas contas na ponta do lápis, rs)... Mas se eu tivesse o hábito de comprar mais pela internet, acho q eu deixaria acumular ed. diversas e fazer pedidos sempre q o valor do pacote cobrisse o frete (geralmente é preciso fazer compras acima de 100 e poucos reais, né)?

    O bom é q pelo menos no caso dessa coleção... As histórias são fechadas e não será necessário comprar todas (eu pretendo fazer uma cobertura regular da coleção aqui no blog: Sempre indicando e sugerindo as melhores q forem saindo)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. "Fora Medioka, o mix é meio qualquer coisa."


    Oi, Hunter... blz?

    "Medioka" é disparada a melhor história da edição mesmo (disso não resta dúvida, rs)... E o bom é q ela ocupa uma parte considerável do encadernado!

    Das demais histórias... A qualidade varia mesmo, mas acabei me divertindo com elas assim mesmo (pelo menos não teve nenhuma q eu odiasse - ao contrário de outras seleções da Abril, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vou te dizer uma coisa, nem acho Medioka uma das melhores do Gottfredson!

      Excluir
  15. "Será um dos motivos, para estar inédito até então?"


    Oi, VAM... Eu já acho q foi por falta de espaço mesmo:

    Tava pesquisando ed. antigas da Abril (pra comparar os padrões de layout das capas) e notei q nos primórdios da editora os gibis eram bem fininhos e mesmo o "Almanaque Disney" (surgido no início dos anos 70) não conseguia ajudar a cobrir a demanda do q era produzido nos EUA, Itália, e demais países!

    Não parei pra calcular... Mas imagino q a quantidade de HQs inéditas da Disney no Brasil (material clássico pulado por falta de espaço) deva ser em número assombroso, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As histórias da Disney saem desde a década de 30 e existem sedes que lançam em vários países que lançam suas próprias histórias ( inclusive no Brasil ), então considerando que a maioria dos gibis infantis tem umas 60 páginas e com as repetições de histórias, qual seria a chance de terem lançado tudo no Brasil ? Se nem da Marvel e DC saíram todas, imagine de Disney que tem bem mais histórias.

      Excluir
  16. "Estou para me mudar para Portugal em agosto"


    E aí, Daniel... blz?

    Legal vc se mudar pra Portugal... Pois no ano q vem eu devo ir pra lá tbm (a passeio com a esposa, rs)!

    Pra mim, seria uma honra conhecer vc e o Hunter nessa minha ida à Portugal... Vou avisar aqui no blog qdo for a hora (até pq, terei q deixar um aviso de "Férias" aqui devido à essa viagem, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Léo. Digo o mesmo. Será um prazer conhecê-lo. Avisa quando tiver indo sim, para tomarmos uma boa taça de vinho. Kkkkk. Abraços!!!

      Excluir
    2. Com certeza, Daniel... Pode deixar q aviso sim (vinho e cerveja é comigo mesmo, rs)!

      Eu pretendia ir este ano pra Portugal... Mas eu e a patroa resolvemos adiar pro ano q vem (pra juntar mais uma verba e podermos aproveitar melhor a viagem)!

      Abs!

      Excluir
  17. "Pelo visto Abril está de uns tempos para cá percebendo que há público que se interesse por volume de capa dura e que contem grandes clássicos."


    Oi, Marcelo... blz?

    A Abril levou pelo menos 10 ANOS pra perceber o potencial dos encadernados de luxo e só agora tem voltado a atenção pra esse público-alvo! Durante essa última década, a Abril assistiu a Panini (uma editora com menos experiência q ela) ganhar terreno e dominar o mercado de encadernados mais encorpados!

    Demorou... Mas parece q agora finalmente a Abril tá pegando as manhas!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "Eu nunca ia imaginar que tem tanto mercado para HQ's da Disney voltadas a colecionadores no Brasil!"


    E aí, Micro Investidor... blz?

    A Abril tem investido pesado nessa linha de encadernados de luxo (principalmente do ano passado pra cá). E o sucesso parece ser evidente qdo edições tipo: "A Saga do Tio Patinhas" e "Manual do Escoteiro-Mirim" se esgotam em menos de 1 semana e ganham novas tiragens em seguida!

    E pelo valor mais elevado das edições (na faixa de 60 a 70 reais)... Imagino q seja um público mais adulto (e saudosista) q tem investido mais nessa linha!

    Abs!

    ResponderExcluir
  19. "Penso que no passado, a Abril teria delegado mais tempo a concepção dessa capa, Leo."


    E aí, VAM... blz?

    Sabe, eu tenho uma teoria sobre a escolha dessa capa do BARKS... E acho q não foi uma escolha tão assim "por acaso"!

    Parece q a Abril andou confirmando nas redes sociais q no final do ano teríamos uma ed. especial somente com essas artes pintadas à óleo do BARKS... Sendo assim, imagino q essa capa de "Tesouros" tenha sido uma espécie de "degustação" pro leitor já ir se preparando pro encadernado q trará essas belas imagens comentadas futuramente!

    Da mesma forma... Acredito q a inclusão do "Monarca de Medioka" nessa ed. tbm tenha sido pra "apresentar" ao leitor a fase de Gottfredson (e ajudar a captar público pra coleção do artista: pouco conhecido pra grande maioria)! Vejo essas 2 ações da Abril como estratégias publicitárias pra ajudar a alavancar outros produtos!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abril estrategiando de forma subliminar...

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Suponho que a capa dos Contos de Natal também vai estar no encadernado. Começando a pescar essa estratégia...

      Excluir
  20. "Esperava um volume no estilo do Disney Especial "Os Inesquecíveis"; edição esta nunca republicada pela Editora Abril."


    Oi, Tadeu... blz?

    Esse "Disney Especial - Os Inesquecíveis"... É uma das ed. mais cobiçadas da série, pois nunca foi republicada no "Disney Especial Reedição", "Disney Super Especial", ou no "Novo Disney Especial" (do início dos anos 2000) e teve apenas 1 única tiragem no início da década de 70!

    Se bem q vale lembrar... Q a maior história dos "Inesquecíveis" é a 1º aparição do "Esquálidus" (q estará em breve na coleção do Gottfredson)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueceram os Inesquecíveis ?!

      :P

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Essa edição é interessante, mas nem de longe é mais cobiçada do que a "Quinquentenário Disney". Esse "Os Inesquecíveis" eu coloco no mesmo caso dessa "Tesouros Disney", que tem algumas histórias boas, mas a maioria em sí é mediana.

      Excluir
  21. "Meio off topic Leo, mas gostaria de colecionar Asterix e Obelix, sabe me dizer qual a melhor opção?"


    Oi, Ítalo... Tdo bem?

    Acho q no caso do "Asterix" não há mtas opções agora... Ele já passou por algumas editoras sim (Record, Cedibra, e Bruguera): Mas isso foi entre os anos 60 e meados dos 80!

    Agora, a Record relançou tudo numa versão remasterizada (com novas cores feitas por Urdezo - um trabalho mto bom) e pra diferenciar das ed. antigas da própria Record, as novas tem uma silhueta do Asterix na parte inferior da lombada! São 36 álbuns ao todo e a maioria está disponível nas livrarias (a Record tá sempre republicando as ed. esgotadas agora)!

    Já a Salvat... Lançou apenas 5 ed. em fase de testes (em 2014) e parece q não vingou mesmo. Se bem q a qualidade da Record é mto superior (é mais cara tbm, mas não tem comparação)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses remasterizados de 36 albuns da record compreendem a coleção toda do gaules? Existe alguma forma de reconhecer que se trata dessa remasterização ao comprar online? Grato.

      Excluir
    2. Tou fazendo essa coleção aos poucos junto com a do Tintim, sempre garimpando os menores preços na Amazon e usando esses itens para completar o valor do frete grátis. Essa última edição da Record é muito bem feita, papel e cores de 1a qualidade. Tenho alguns antigos da Cedibra mas tou recomprando novos, vale a pena.

      Excluir
  22. "Devido a uma viagem de férias fiquei uns 10 dias sem comentar no blog (mas tem um homônimo participando). Fiquei sem comentar, mas nunca sem ler!"


    E aí, Victor... blz?

    Eu tbm tenho pelo menos 2 xarás q participam do blog não sou o único "Leo" por aqui, rs)... Mas brigadão mesmo por seguir acompanhando as postagens: Não vai ter praia ou férias no "submundo" e vou entrar carnaval adentro com matérias e atualizações (sem folia, hehe)!

    E te confesso q sempre q eu vejo um encadernado da Disney com material clássico e fazendo sucesso (mesmo na faixa de 60 reais)... A 1º coisa q me vem à mente são as finadas "Bibliotecas" da Marvel:

    Fico pensando nos fatores q podem ter contribuído pro FIM das "BHM"... O mais provável (no meu ponto de vista) é q as BHM surgiram na época errada mesmo. Em 2007 os leitores não estavam tão acostumados com encadernados de luxo e aquelas ed. acabavam sendo uma "extravagância" pra poucos! Porém, imagino q se fosse HOJE, e com os leitores já sabendo dos cortes e "seleções" de material das "Coleções Históricas" e ed. da Salvat... As "Bibliotecas" teriam tido mais sorte no mercado (pois ainda são a MELHOR alternativa diante do resto)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que não ajuda as "bibliotecas" hoje é o preço pelo qual são vendidas e o fato de não lançarem mais. Esse foi outro caso de uma coleção que saiu na época errada.

      Excluir
  23. "De Disney,eu só compro Zé Carioca Eu acho que deveria ter um desenho animado dele."


    Verdade, Renato... Acho incrível q nunca tenha se pensado em produzir um desenho animado SÓ do "Zé Carioca" (descontando aquelas aparições especiais em filmes antigos com atores reais)!

    Acho q se não uma série contínua animada... Pelo menos um longa-metragem q fosse, né?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que já passou o tempo de sair algo bom dele, pois com as trocentas censuras de hoje na televisão, qual a chance das situações engraçadas que lemos serem bem adaptadas.

      Excluir
    2. Quando eu leio uma estória dele.Imagino,ele falando com a voz do"Alan",do Dois Homens e Meio.

      Excluir
  24. "Eu comprei este encadernado e, se me permite a minha opinião, este é um (tes)ouro de tolo! As histórias são muito datadas! Infantis e fracas."


    E aí, Ø-Drix... blz?

    Puxa, q pena q vc não tenha curtido essa edição... Sendo bem sincero, tirando o "Monarca" (q eu achei a melhor história do encadernado) as demais são bem irregulares mesmo (variam de qualidade) mas ainda achei elas dentro do padrão de outros materiais Disney da mesma época!

    Sei q existem histórias q hj possam parecer "datadas" (por terem envelhecido mal)... E de repente, pode ser isso q vc tenha percebido aí!

    E tbm notei a falta de créditos em algumas histórias... Tem pelo menos 6 (SEIS) delas onde consta: "Roteirista Desconhecido" (é bastante mesmo numa ed. com menos de 20 histórias)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem de levar em conta que o objetivo era publicar histórias inéditas da editora, independente de quem fosse o escritor ou a qualidade da história, afinal, o objetivo deve ter sido ver a reação do público para algumas histórias que eles tiveram dificuldade de lançar anteriormente ( além é claro de provavelmente fazer propaganda das histórias do Gottfredson que logo menos terá uma coleção próxima, e vai por mim, talvez no volume 2 saia também algumas histórias do Taliaferro como propaganda, rsrs ).

      Enfim, essas de "Roteirista Desconhecido" e histórias "datadas" é normal de se ter. O próprio Barks não colocou o próprio nome nas histórias, pois esse esquema de não assinar o próprio nome ou um pseudônimo servia para escritores receberem menos pelas histórias ao mesmo tempo de ter mais liberdade na elaboração das histórias, e se não gostaram muito foi porque foram tentativas que deram errado ( diferente do caso do Barks ), já as histórias "datadas" são inevitáveis, afinal nem todo problema ou entendimento de uma geração tem uma boa recepção para as gerações futuras, é a mesma coisa de colocar uma história sobre uma discussão de fãs de músicos locais da década de 30 em cidades do interior dos EUA, que além de nós não entendermos o porque das pessoas gostarem dos dois músicos, não seria um evento de importância histórica, não teria nada haver com a nossa realidade ocidental e se as piadas não forem boas, não passaria de histórias fracas que serviram para agradar a antiga geração que viveu tal época.

      Excluir
  25. Adorei esse álbum TESOUROS DISNEY!!!!!

    A história o "O MONARCA DE MEDIOKA" é de uma profundidade social e política excepcional!!!!!

    Quanto ao restante das histórias eu gostei muito também!!!!

    Por terem sido produzidas no início do século XX algumas podem até serem rotuladas de ingênuas, mas mesmo assim cumprem PERFEITAMENTE a função para a qual foram criadas: que é o de ENTRETENIMENTO!!!

    Por isso a leitura das mesmas valem muito a pena!

    Afinal estamos falando de histórias que foram produzidas há quase um século atrás! E que possuem sim, um INESTIMÁVEL valor!

    Para mim "INFANTIS" ou "QUALQUER COISA" são as histórias produzidas ATUALMENTE!

    Histórias em Quadrinhos são como vinhos:

    Quem sabe apreciar bebe lentamente,analisando a acidez, sentindo o paladar... enfim: degustam!

    Quem não sabe, "vira" a taça na boca sabendo apenas que acabou de beber um "gole" de vinho!

    Abs!


    ResponderExcluir
  26. leo foi confirmado a pré venda do encadernado do dredd com o simon bisley !!! fico me perguntando porque não lançaram na ccxp .

    ResponderExcluir
  27. Leo, tenho e muito receio que esse reajuste para 69,90 seja para todas as próximas edições ( inclusive das coleções de Barks, Gottfredson e Talliaferro ), pois vai acabar inviabilizando as outras coleções para mim e terei de decidir, pois com o reajuste para 60 reais já foi para se pensar, agora chegar a 70 reais vai inviabilizar muita coisa, mesmo eu peneirando na internet.

    Para mim não resta dúvida que a melhor coleção atualmente são esses encadernados de luxo da Disney estão na minha preferência devido aos problemas da DC e da Marvel. Gosto dessas duas editoras de HQs de heróis, mas a parte ruim é que muitas histórias não são nada espetaculares, somente "boas" ou "regulares" e fica mais o sentimento de "obrigação" do que de "satisfação", diferente de coleções como a da Disney. Para falar a verdade, acho que se não fossemos tão ligados a alguns heróis, não gostariamos de boa parte das histórias que saíram no passado, tanto é que essa nova geração gosta do estilo atual das histórias da Marvel e da DC.

    ResponderExcluir
  28. E aí, Leo? Blz?

    Sabe me dizer se o lançamento Conan A Lenda, da Mythos, tem repeteco de histórias lançadas pela própria Mythos? O release da editora não informa o conteúdo exato, só diz que são arcos de histórias e minisseries completas. Mas como tem Busiek e Truman (longe de mim achar isso ruim) em quase tudo de Conan que a Mythos vem editando, fico com medo de ter coisa repetida. Abraço!

    ResponderExcluir
  29. Oi, Leo. Colega, sinceramente faz uma falta tremenda a coleção Biblioteca Histórica Marvel. Os volumes eram lindos! A coleção de luxo mais bacana jamais lançada pela Panini. Não adianta, Coleção Histórica Marvel não consegue mitigar o desejo por BHM.

    Já notou que eu, você e outros colegas sempre trazemos à tona o assunto das Bibliotecas? Parece o fim dessa série é algo que de alguma forma não conseguimos aceitar numa boa.

    Seria fantástico se repentinamente ficássemos sabendo da notícia do retorno dessa fantástica coleção.

    Não sei se acontecia contigo, mas quando lia as histórias em BHM os clássicos se tornavam CLÁSSICOS. Havia uma aura em torno dessa coleção que ajudava a compor o clima de "histórias indispensáveis para os colecionadores". Pode ter sido impressão minha, mas eu sentia isso ao lê-la.

    Com tantas séries e histórias medíocres sendo lançadas em formato ultra-luxuoso, os clássicos dos clássicos mereciam sim um formato fabuloso. E esse formato de publicação é um só: BIBLIOTECA HISTÓRICA MARVEL.

    Será que um dia essa maravilhosa coleção retorna?

    Até a próxima colega.

    ResponderExcluir
  30. Esperava bem mais dessa seleção. É agradavel, nenhuma particularmente ruim mas bem aquem ao titulo de "Tesouro".

    Uma pena. Junto com aquele encadernado dos Dragões é dos mais fracos que a Abril publicou.

    ResponderExcluir
  31. "Enfim Leo, que eu vou pegar uma ou outra edição do Gottfredson e do Taliaferro não resta dúvida, agora completar a coleção, o meu bolso e minha consciência não deixará."


    E aí... blz?

    Pois é, eu raramente faço essas contas de gastos com gibis justamente pra não entrar em parafuso diante dos valores exorbitantes envolvidos, hehe!

    Mas o bom dessas coleções q estão por vir (Gottfredson, Taliaferro, Don Rosa)... É q as histórias sendo fechadas a gente não fica naquela obrigação de TER q comprar tudo. Sim, sei q a vontade é essa pra "fechar a coleção" e tal: Mas no fundo, sabemos q não há a necessidade de comprar todas as edições!

    Eu, por exemplo: Comprei apenas 5 ed. daquelas 20 de "Pateta Faz História" (q saíram faz um tempo) - Selecionei as q achei mais interessantes e pulei o resto (pra cortar gastos na época)! Meu conselho então, caso vc queira peneirar essa do Gottfredson... é q vc escolha ao menos aquelas q trarão as histórias mais famosas e relevantes desse período (a 1º aparição de "Esquálidus" e o encontro com "Robin Hood", por exemplo)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agente fala de não ter obrigação de completar, mas no fim pega, acho que os únicos casos que eu consegui me segurar foi em Príncipe Valente, Flash Gordon e Conan ( sim, essas eu já peguei o suficiente ), agora essas de Barks, Gottfredson e Taliaferro são complicadas de não pegar assim que bate o olho, porém se tudo for dar certo, a periodicidade pode ajudar o bolso.

      Excluir
    2. Ah, e do Gottfredson só quero as primeiras histórias, porque a fase detetive inteligente não sou fã o bastante para pegar toda, quero mais a fase "engraçadinha" e inteligente das primeiras histórias dele.

      Excluir
  32. "E vou te dizer uma coisa, nem acho Medioka uma das melhores do Gottfredson!"


    Oi, Hunter... blz?

    Nesse caso eu nem posso opinar mto (parafraseando a Glória Pires na entrega do Oscar, rs)... Pois tenho pouquíssimas histórias do Gottfredson na coleção e dele vai ser quase tudo novidade pra mim!

    O problema todo é q a Abril passou mtos anos (décadas) sem republicar praticamente nada do Gottfredson... E como eu recomecei a colecionar Disney de 2009 pra cá, tenho o pouco q saiu dele nos "Disney BIG" da vida e em scans do "Almanaque Disney" e "Disney Especial"! Na prática, vou considerar q conhecerei MESMO a obra de Gottfredson na nova coleção q virá!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai ver, o trabalho dele é sensacional!

      Excluir
    2. E quais são as melhores dele no caso ?

      Excluir
  33. "Se nem da Marvel e DC saíram todas, imagine de Disney que tem bem mais histórias."


    Sim... Eu acho q é quase incalculável a quantidade de material Disney q deva permanecer inédita no Brasil!

    Pois são mtos os países q produzem (ou q já produziram) material Disney... EUA, Itália, Holanda, Dinamarca, Brasil, etc! Considerando q a Abril começou a publicar Disney em 1950 (pelo menos pulando 20 anos de tiras e HQs q vinham saindo lá fora) e q o espaço inicial (nº de pág) nas revistas era tão restrito q algumas histórias precisavam ser divididas em 2 ou mais edições: Imagine o tanto de coisa q teve q ir pro saco, hein?

    Abs!

    ResponderExcluir
  34. "Avise quando vier!"


    Mas com toda certeza, Hunter... rs!

    Vou te avisar semanas antes da viagem, até pq: não conheço nada por aí (nunca estive fora da América)... Só sei q quero ir forrado na grana, pois imagino q encontrarei HQs q talvez jamais verei publicadas no Brasil um dia! Contarei com suas dicas tbm, rs! Valeu mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  35. "Abril estrategiando de forma subliminar..."


    É isso aí, VAM...

    Como já dizia um velho conhecido meu: "A gente pensa q é malandro... Mas tem mta putaria rolando"!

    Abs!

    ResponderExcluir
  36. "Esqueceram os Inesquecíveis ?!"


    Pois é, VAM... Pelo visto, eles não eram tão "inesquecíveis" assim, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  37. "Essa edição é interessante, mas nem de longe é mais cobiçada do que a "Quinquentenário Disney"


    Verdade...

    O "Cinquentenário Disney" já era uma ed. em capa-dura em formatão (extremamente luxuosa pros padrões do início dos anos 70)... Bem q podiam republicar ela hj em dia naquele esquema de fac-símile (q nem fizeram com os "Manuais"): E aproveitando a capa espetacular de Jorge Kato:

    https://coa.inducks.org/hr.php?image=http://outducks.org/webusers/webusers/2011/02/br_cinq_0001a_001.jpg

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho essa versão antiga do "Cinquentenário", mas acho que a Abril não deve ter republicar essa edição em seus planos. Queria tanto ter essa edição em um estado melhor.

      Excluir
  38. "Esses remasterizados de 36 albuns da record compreendem a coleção toda do gaules? Existe alguma forma de reconhecer que se trata dessa remasterização ao comprar online?"


    Oi, Ítalo... blz?

    Sim, todas as 36 ed. foram remasterizadas... E pra reconhecer elas pela internet, encontrei o Vol. 1 (republicado em 2014) na Amazon: E na FOTO, a capa tá meio de lado (dê um zoom na 1º foto e verá a silhueta do Asterix na lombada):

    https://www.amazon.com.br/Asterix-O-Gaul%C3%AAs-Ren%C3%A9-Goscinny/dp/8501022837/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1486612133&sr=8-1&keywords=asterix

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O unico jeito que encontrei de comprar esses remasterizados pela internet foi pela propria Record. Fiquei com receio de receber uma edição antiga comprando pela Amazon, saraiva e afins.

      Excluir
  39. "Tou fazendo essa coleção aos poucos junto com a do Tintim, sempre garimpando os menores preços na Amazon"


    E aí, Sherlock... blz?

    Tô fazendo a mesma coisa q vc: Já desisti de esperar pela Salvat (até pq, tenho sido mto exigente com relação à qualidade gráfica e editorial - e a Salvat eu já coloco num nível bem "fundo de quintal" no quesito qualidade e revisão: Pior q ela, só a Eaglemoss mesmo)!

    E sendo assim... Tô comprando o "Asterix" pela Record (mas bem na manha - sem pressa): E da mesma forma, tenho feito com o "Tintim" (quero ter todos os álbuns de ambas as séries, mas vou comprando conforme cabem no orçamento)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  40. "Acho que já passou o tempo de sair algo bom dele, pois com as trocentas censuras de hoje na televisão, qual a chance das situações engraçadas que lemos serem bem adaptadas."


    Pior q vc tem razão...

    O "Zé Carioca" é um dos personagens mais politicamente incorretos dos gibis nacionais: Talvez o ÚNICO protagonista estelionatário (171) de gibis feitos "pra todas as idades", rs!

    Dito isso... não é de se duvidar q fizessem com ele um desses filminhos "bunda-mole" q possa ser exibido na "Temperatura Máxima" numa tarde de domingo (prefiro então q deixem o papagaio quieto no seu canto planejando seus próximos golpes, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, protagonista estelionatário é um conceito comum das HQs, vem do arquétipo do "trickster" que inclui o Pedro Malasartes do folclore brasileiro.

      Uma das primeiras tiras de jornal americanas, Mutt and Jeff, seguia esse arquétipo, bem como uma das primeiras HQs francesas, Les Pieds Nickelés. É mais usado em material de humor, mas sempre existiu. Diabos, John Constantine é um representante moderno desse arquétipo!

      Excluir
    2. Por isso que eu disse que já passou da época de lançarem, afinal antigamente as únicas restrições era de aparecer sangue e palavrões, já hoje o politicamente correto é "obrigatório".

      Excluir
  41. "já as histórias "datadas" são inevitáveis, afinal nem todo problema ou entendimento de uma geração tem uma boa recepção para as gerações futuras"


    Bem, falando por mim... Eu sempre leio qq história considerando o contexto da época em q ela foi produzida, pois acredito q a realidade sócio-política e cultural de cada época se reflete diretamente na arte (cinema, música, HQs)!

    A maioria das histórias dos "Tesouros" datam dos anos 30(Monarca), 50, e 60: Como era o mundo naquela época? Eu não era nascido, mas cheguei a viver minha infância nos anos 70 e a percepção das coisas já eram BEM mais ingênuas do q são hj (imagine então nas décadas anteriores)?

    Qto ao Taliaferro... Tbm não duvido q logo ele apareça em alguma futura edição de "Tesouros" tbm (o Vol. 2 tá prometido pro 2º semestre): Vão tentar embutir uma historinha do Taliaferro no meio de um mix só pra fazer aquela "degustação" de supermercado com o leitor, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em relação ao contexto de época, não me refiro a um problema geral da época, mas sim local. Os quadrinhos sempre foram critica social quanto aos problemas de sua época, agora é claro que uns são mais relevantes que os outros. É só você pegar o caso do Peter Parker nos seus primórdios, um cara estudioso, que sabia flertar ( nem que fosse pouco ), que sabe se comunicar e que não era viciado em computador, celular, internet, jogos, televisão e afins... imaginar um cara assim como um completo perdedor é impensável hoje, mas na época para ser um perdedor era preciso esse pouco.

      Excluir
  42. "Adorei esse álbum TESOUROS DISNEY!!!!!"


    E aí, Marcio... blz?

    Essa ed. de "Tesouros" acabou polarizando mesmo as opiniões de leitores não só aqui no blog, qto em outras redes q tbm acompanho!

    Respeito as opiniões e avaliações diversas (até acho bem legal qdo acontecem essas discrepâncias, rs) e jamais vou impor meu ponto de vista e meus gostos pessoais à ninguém (não é essa a minha função): Apenas compartilho aqui minhas leituras e recomendo aquelas q eu realmente curto (da mesma forma q tbm exponho as q não me agradam)!

    Falo isso, pq minha avaliação (estritamente pessoal) dos "Tesouros" continua sendo positiva no geral... Nem todas as histórias são tão boas qto o "Monarca" (q eu achei ótima): Tem algumas q apenas divertem sem maiores pretensões, mas ainda acho q valeu a investida em linhas gerais!

    Se eu me arrependo de alguma coisa nesse caso... Foi de não ter tentado peneirar um descontinho, hehe: Me deixei vencer pelo IMPULSO e acabei cofrando um exemplar na banca (se bem q admito ter aceitado pagar o preço de capa mais pra poder escrever esta postagem a tempo - se eu esperasse receber pelo correio, já teria passado o hype da postagem, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  43. "leo foi confirmado a pré venda do encadernado do dredd com o simon bisley !!! fico me perguntando porque não lançaram na ccxp"


    Opa, valeu mesmo pelo aviso...

    Já vou incluir essa ed. do "Dredd" (Heavy Metal) na próxima postagem de notícias do blog (semana q vem tem mais um daqueles COMBOS TRIPLOS de notícias, rs)!

    E perderam a chance de aproveitar a presença do Bisley na CCXP... A única explicação q encontro pra isso, é considerar q a ed. tenha sofrido um atraso da gráfica (no exterior) pra cá (tem tanta coisa atrasada q eu realmente não duvido disso)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que me causa surpresa é a quantidade de lançamentos do Dredd intercalados nos últimos meses, não tenho dado conta e olha que é uma de minhas prioridades. Além desse tem outro lançamento anunciado, me parece prematuro tanta coisa em tão pouco tempo, sei que se trata de encadernados cujo objetivo é terem uma longa vida em livrarias mas mesmo assim me parece que pode desistimular o leitor no lugar de dar a ele opções... Se a Deagostini ou a Salvat fossem lançar aquela Big coleção de Dredd que saiu na Inglaterra teria uma lógica tentar furar o olho da concorrência, mas com a crise acho que ninguém iria apostar em mais uma coleção gigantesca de um personagem menos badalado, a do Aranha da salvat eu já em surpreendi...
      Cesar Leal

      Excluir
  44. "Leo, tenho e muito receio que esse reajuste para 69,90 seja para todas as próximas edições ( inclusive das coleções de Barks, Gottfredson e Talliaferro )"


    E aí... blz?

    Tbm tenho receio de q esse reajuste ainda possa se estender pra outras edições e coleções... Mas por enquanto, já foi confirmado q o Vol. 1 do Gottfredson vai sair por R$ 59,90!

    Qto aos heróis Marvel/DC... Tenho ficado mais nos clássicos mesmo (CHM e Lendas)! Tirando os scans de fases atuais q tenho lido meio à contra-gosto apenas pra me atualizar aqui pro blog (tenho q fazer isso pra poder continuar mantendo as novidades em dia, rs)! A Marvel tá cada vez pior (com péssimos desenhistas e gibis panfletários - q levantam bandeiras variadas ao invés de se preocuparem em contar boas histórias)! Nesse ponto, a DC tá se saindo melhor e voltando a buscar suas origens!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos assim eu já garanto comprar o vol 1 do Gottfredson, rsrs.

      Dos clássicos nos já vivemos, mas temos uma coisa chamada memória que infelizmente ainda nos faz lembrar dos momentos deprimentes. Toda vez que me lembro do que fizeram depois de "ressuscitarem" a Gwen, me faz pensar se ainda terei vontade de ter ou não o "A Morte dos Stacys" ( e isso é só um exemplo ).

      Da Marvel e DC não se tem muito o que falar, a genuinidade e criatividade das histórias já se foram. Pode sair uma ou outra fase divertida ou "tensa", mas nada que se compare as clássicas. Essas duas praticamente vivem do saudosismo e do marketing da tv e do cinema, senão ainda teriam vendas bem fracas. A Galera fala de um reboot como solução, mas para mim seria preciso um reboot com uma pausa de alguns anos para dar aquela espera e ânsia para a volta, porém não seria do interesse das editoras. Posso estar sendo presunçoso, mas quando esses heróis virarem domínio público será tão bom essas editoras não terem de fazer esses esquemas para manter os nomes dos heróis e afins... e quem sabe teremos um bom reboot assim.

      Excluir
  45. "Sabe me dizer se o lançamento Conan A Lenda, da Mythos, tem repeteco de histórias lançadas pela própria Mythos?"


    E aí, Leo... blz?

    Sim, essa ed. de "Conan - A Lenda" é a 1º de uma série q vai trazer republicações de material q já saiu na revista mensal da Mythos (a partir de 2005)! É só repetéco mesmo, mas de histórias fechadas!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A editora já lança muita coisa despadronizada, ou às vezes nem dá continuidade a certas séries mas seria tudo mais fácil de saber se ela pelo menos divulgasse a lista de histórias no release. A Mythos tem hora que parece de outro mundo positivamente (nível da tradução, revisão) e outra hora negativamente (preço abusivo em materiais que não há opção de concorrência e omissão de informações que deveriam ser basicas). Mas vamos enfrentando!

      Excluir
    2. Em relação ao CONAN, considero o único e maior vacilo da Mythos o "gap" muito grande entre os 1º(2005) e 2º(2016) volumes de Conan o Cimério encadernado.

      E também pelo fato de ter lançado em capa cartão (2005), depois republicado em capa dura(2012), pois ela já tinha mudado o formato no partir de Nascido no Campo de Batalha (2008).

      Eu desisti de colecionar por isso alias.

      Mas quando publicou tanto a série mensal anos antes, como também as edições especiais e mini-séries, ela fez certinho até o final.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  46. "Já notou que eu, você e outros colegas sempre trazemos à tona o assunto das Bibliotecas? Parece o fim dessa série é algo que de alguma forma não conseguimos aceitar numa boa."


    E aí, Michel... blz?

    Não posso falar pelos demais leitores, é claro... Mas EU, com toda certeza, nunca aceitei numa boa o fim das "Bibliotecas", rs!

    As "CHM" eu só compro por falta de opção mesmo: Pois prefiro pagar 20 pila num encadernado econômico de material CLÁSSICO, do q o mesmo valor ou mais em coisas mais recentes q não sejam do meu agrado! PORÉM, o ideal pra mim ainda seria poder investir mais e comprar uma "Biblioteca": Com as histórias em ORDEM cronológica e sem pulos ou "seleções" toscas (q mais parecem uma colcha de retalhos)!

    Comprei quase todas as "Bibliotecas" q saíram (15 das 17 lançadas)... E nem se comparam com essas "CHM", pois faz toda a diferença ler as histórias na ordem e acompanhar na íntegra o desenvolvimento de cada personagem e sua evolução no universo marvel!

    Sobre o retorno das "Bibliotecas"... eu acho pouco provável q aconteça (infelizmente). Mas acredito (apenas um "palpite" pessoal) q uma futura coleção de clássicos (inspirada na linha "EPIC") ainda possa ser uma possibilidade mais viável (vamos ver)! Contudo: Isso não deve ser coisa pra agora, já q as "CHM" ainda são um produto rentável!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho apenas 1 BHM: a do Surfista. Adquiri na esperança - fraquinha - de um dia a promessa da sequência se cumprir. A obra é inestimável, claro, mas tenho que dizer que me decepcionei com a gramatura do papel. Bem alto o nível de transparência.

      Aliás, reparei que a Panini só começou a melhorar isso após as coleções da Salvat e da Eaglemoss. E ainda não chegou lá.

      Excluir
    2. " Adquiri na esperança - fraquinha - de um dia a promessa da sequência se cumprir."

      Dogma, até achei que a Panini iria aproveitar o fato da Salvat praticamente republicar o Surfista #1 como Surfista Origens na Coleção Black Cover, para lançar essa Surfista #2.

      Acredito, que melhor oportunidade não houve, desde que começaram a prometer a sequência.

      Uma edição ajudaria na venda da outra.

      - - -

      "me decepcionei com a gramatura do papel. Bem alto o nível de transparência."

      Outro motivo que fez desfazer da minha leva de BHMs, esse papel puxa muita tinta, as folhas grudam. Mesmo com as edições no plástico e organizadas verticalmente.

      Após algum tempo guardadas, foi reler as primeiras lançadas, Aranha #1 e Quarteto #1 e fui surpreendido com vários pontos de mofo de diversas dimensões.

      Quando lembro disso, não me arrependo tanto de ter vendido todas, Leo.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Pois é, deixaram passar a oportunidade... Depois dessa, só se o próprio Stan Lee quebrar o protocolo e vier para uma CCXP. E olhe lá.

      Excluir
  47. "Esperava bem mais dessa seleção. É agradavel, nenhuma particularmente ruim mas bem aquem ao titulo de "Tesouro"


    E aí, gustavo... blz?

    Tudo bem, reconheço q tirando o "Monarca" (essa eu achei ótima) o resto apenas diverte: sem maiores pretensões... Mas comparar com aquelas dos "Dragões" aí já é pra esculachar, hahaha!

    Até agora, meu "TOP 5 de PIORES" ed. capa-dura da Abril são (na ordem):

    1) Dragon Lords
    2) Iniciativa Super-Heróis
    3) Era uma Vez na América
    4) Duck Tales
    5) Mistério dos Signos

    Não q todas acima sejam ruins (não é isso)... Seriam apenas as 5 primeiras q eu jogaria ao mar se eu estivesse num bote afundando com toda a coleção capa-dura da Disney e precisasse me livrar do peso, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, foi pra esculachar mesmo... Foi a pior que me veio a cabeça, mas era uma vez tá juntinho dela. Misterio só li a edição antiga quando era bem mais novo, lembro de ter gostado mas não me arrisquei a reler. Duck Tales idem.

      Excluir
    2. Dessas 5, a única que ainda cheguei a pegar em mãos foi a dos Super-Heróis, motivado principalmente pela memória afetiva da edição extra do "clube". Mas a evidente presença de material recente me fez desistir.

      Excluir
  48. Leo, vc não curtiu iniciativa super-herois ? Não comprei o capa dura, mas tenho as histórias em almanaques e algumas são clássicos, não ???

    ResponderExcluir
  49. Tadeu Olivetti09/02/2017 18:32

    Léo:

    Fico pensando se as editoras fazem pesquisa de mercado.
    Se as "Bibliotecas" fossem lançadas nos dias de hoje, acredito que teriam enorme aceitação. Eu tenho todos os volumes do Homem-Aranha e alguns outros do Quarteto, Capitão América, X-Men, Homem de Ferro e Demolidor. Uma pena mesmo que não haja continuidade. Visito o site da Amazon americana e vejo quantos volumes lançados por lá. É de dar muita inveja!!!

    ResponderExcluir
  50. Boa noite Leo, um pouco sumido nos comentáios, mas sempre olhando diariamente o teu blog, que para mim é o melhor. As Bibliotecas eu tenho todas e realmente é lamentável o seu fim, pois a coleção Histórica, é boa, mas lançada fora de órdem, tira muito o brilho da coleção. Teve uma historia do Homem Aranha que eu li recentemente e o mesmo no fim da historia termina desmaiado no chão, e o povo se aproximando dele, e a historia seguinte não é a continuação. Me diga se tem lógica lançar um produto assim? Uma verdadeira bagunça. Acredito que as BHM são imbatíveis pois era em ordem cronógica e como vc disse aos poucos víamos a formação e evolução do universo Marvel. Quanto aos capa dura Disney, tenho comprado bastante, mas é muita dificil acompanhar tudo, e quero dar preferência a Barks e Gottfredson. Abraço amigo.

    ResponderExcluir
  51. "Ah, e do Gottfredson só quero as primeiras histórias, porque a fase detetive inteligente não sou fã o bastante para pegar toda, quero mais a fase "engraçadinha" e inteligente das primeiras histórias dele."


    E aí... blz?

    A fase Gottfredson foi bastante versátil nesse sentido... Das poucas histórias dele q li, o rato muda da água pro vinho entre a fase inicial e a final do artista!

    Cá pra nós... Te confesso q tbm gosto mais da fase "engraçadinha" (q me lembra mto os desenhos animados dos anos 30 e 40)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há "fase detetive". Isso é coisa do Murry! Gottfredson fazia tanto histórias de detetive quanto quaisquer outras.

      Excluir
  52. "Eu tenho essa versão antiga do "Cinquentenário", mas acho que a Abril não deve republicar essa edição"


    E eu já tive o "Cinquentenário" qdo era moleque (comprei num sebo ainda na década de 70)... Pena q a ed. se foi qdo tive q vender toda a minha coleção anos depois!

    Hj eu tenho ela apenas em scans (não é o ideal... mas é melhor q nada, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também comprei em um sebo, lembro que paguei 25 reais na época.

      Excluir
  53. "O unico jeito que encontrei de comprar esses remasterizados pela internet foi pela propria Record."


    Oi, gustavo... blz?

    Com certeza, do seu jeito é BEM mais seguro mesmo... pois nunca se sabe, né? (não duvido de mais nada, rs)!

    O meu método é ainda mais seguro... pois tenho comprado ao vivo em promoções de lojas físicas (cheguei a pegar um "asterix" pela metade do preço na Black Fraude do ano passado, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  54. "Na verdade, protagonista estelionatário é um conceito comum das HQs, vem do arquétipo do "trickster" que inclui o Pedro Malasartes do folclore brasileiro."


    Oi, Hunter... É q eu não quis usar acima o termo: "gibis infantis" (e escrevi: "pra todas as idades")!

    O "Constantine" já é mais pra adultos... Mas dos "infantis", acho q o zé carioca (mesmo não sendo o 1º ou o único) deve ser ao menos o mais "TOP" dos 171, hein? hehe!

    Algumas dessas HQs bem antigonas q vc citou, eu conheço apenas de matérias sobre a História dos quadrinhos (nunca tive o prazer de lê-las diretamente - e me arrependo até hj de ter perdido aquele livro extra-deluxe do "Tico-Tico" (q vinha até com um fac-símile da 1º edição)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  55. "É só você pegar o caso do Peter Parker nos seus primórdios, um cara estudioso, que sabia flertar ( nem que fosse pouco )"


    Eu até acho q o Peter nem flertava tão pouco assim... Pois a galeria de namoradas e peguétes q ele teve ao logo da carreira é extensa, rs!

    Mas concordo com vc... considerar o Peter um "LOSER" não dá, né? Com a inteligência dele, qq empresa de grande porte e tecnologia iria querer contratá-lo à peso de ouro (ainda mais com a baixíssima qualificação de ensino q vemos por aí)! E um "fracassado na vida" pegando uma super-modelo internacional é brincadeira, né? todo mundo ia querer ser um "fracassado" então, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que eu digo que é uma visão de época, hoje em dia, isso seria impensável.

      Excluir
  56. "O que me causa surpresa é a quantidade de lançamentos do Dredd intercalados nos últimos meses, não tenho dado conta e olha que é uma de minhas prioridades."


    E aí, Cesar... blz?

    O "Dredd" tá tendo mtos encadernados mesmo... Enquanto estamos falando sobre isso aqui, já tem outro encadernado do "Dredd" no forno: "Heavy Metal"!

    Até me perdi nas contas de qtos foram... Lembro de cabeça agora: "América", "Mutantes", "Exílio", "Sobrenatural", "Assassinos Seriais", e o "Heavy Metal" (será q esqueci algum? Tudo isso foi lançado num curto espaço de tempo e tbm não consegui comprar todos - vou tentando completar aos poucos)!

    Não sei dizer se tem sido uma experiência positiva pra Mythos (na questão das vendas e retorno financeiro)... Mas espero q a empreitada esteja indo bem, pois torço pelo sucesso do "Dredd" (e q o personagem - junto com toda a linha 2000 AD - se estabeleça de vez no Brasil)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Não sei dizer se tem sido uma experiência positiva pra Mythos (na questão das vendas e retorno financeiro)..."

      Se não pelo retorno financeiro positivo o Hunter deve ter o mesmo poder do Jesse Custer!

      :))

      Abs,
      vam!

      Excluir
    2. Eu não, eles publicam mais do que eu consigo traduzir! Eu pediria para eles publicarem MENOS!

      Excluir
  57. "Toda vez que me lembro do que fizeram depois de "ressuscitarem" a Gwen, me faz pensar se ainda terei vontade de ter ou não o "A Morte dos Stacys"


    Pior, né? rs...

    Nem precisavam ter ressuscitado a "Gwen" pra acabar de vez com a reputação da coitada (q tava morta e quieta no canto dela)... Já tinham cagado tudo qdo fizeram aquele retcon onde ela corneava o Peter com o "Duende Verde" e ainda engravidava do bandido (tenho gêmeos q viravam adultos rapidamente)!

    A "Morte dos Stacys" acaba perdendo impacto qdo a gente se lembra de coisas assim, né?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, para mim já perdeu todo o impacto como morte. Consigo me impactar mais com a morte dela naquele filme de 2014, do que naquela da HQ. No fim das contas, acho que deve valer mais a pena pegar as edições Salvat do Nick Fury ou fazer um esforçinho e comprar o Saga Fenix Negra da Panini. Seja como for Leo, essas sagas que vieram depois são tão destruidoras de sonhos que acho que não vou comprar nunca ( comprei até o filme que adapta essa saga ), já que é só eu achar alguma HQ interessante que eu deixo essa saga de fora.

      Excluir
    2. A "Morte dos Stacys" acaba perdendo impacto qdo a gente se lembra de coisas assim, né?

      Que isso companheiro!

      Que perde o impacto nada... e só você considerar que as histórias do Aranha terminam antes do surgimento do Carnificina como já comentamos aqui.

      Lá fora em The Amazing Spider-Man #360.

      No Brasil Homem-Aranha (1ª série) #150
      Edição comemorativa com a Saga "The Name of Rose" concluída lá fora em Web of Spider-Man # 89.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  58. "A editora já lança muita coisa despadronizada, ou às vezes nem dá continuidade a certas séries mas seria tudo mais fácil de saber se ela pelo menos divulgasse a lista de histórias no release."


    E aí, Leo... blz?

    Olha, te juro q tentei fazer essa mão pra vc e saí pesquisando a lista de histórias dessa ed. pra te ajudar... Mas não achei a lista em parte nenhuma (nem no "guia" tem)!

    Eu (particularmente) acho q todo release deveria conter SEMPRE a relação de histórias!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô ligado que você faz até mais do que pode pra disponibilizar informação, Leo. Te agradeço por isso. Eu também já olhei de tudo na net. Desde o Guia até o YouTube mas nada ainda. É o fim a editora não divulgar as histórias no release, nem na contracapa, nem nada. Só vai dar pra saber quando alguém comprar e fizer o teste na hard mesmo! Abraço!

      Excluir
  59. "Tenho apenas 1 BHM: a do Surfista. Adquiri na esperança - fraquinha - de um dia a promessa da sequência se cumprir."


    Oi, doggma... Tbm espero até hj a JÁ PROMETIDA "BHM do Surfista" Vol. 2

    Ela já foi confirmada por mais de um editor da Panini (em entrevistas públicas)... Mas até agora: nem sinal da 2º BHM do prateado (q encerra a fase clássica dele por Lee/Buscmea)! Sigo na espera, mas meio q desisti de ficar mais confiante, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  60. "Leo, vc não curtiu iniciativa super-herois ? Não comprei o capa dura, mas tenho as histórias em almanaques e algumas são clássicos, não ???"


    E aí, BOND... blz?

    Eu tbm não comprei a ed. capa-dura dos "Super-heróis" pela mesma razão q vc: Já tinha boa parte do material espalhado por vários almanaques (recentes) em formatinho!

    Achei a seleção bem fraquinha mesmo (e as melhores eu já tinha em outros formatos)... Tentaram misturar com umas mais novas e ficou uma lambança (folheei e não gostei)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  61. "Se as "Bibliotecas" fossem lançadas nos dias de hoje, acredito que teriam enorme aceitação."


    Oi, Tadeu... Tdo bem?

    Tbm acho q se as "BHM" fossem lançadas hj (e tido continuidade)... A linha toda teria mais força (imagine se algum fã do "Dr. Estranho" teria deixado de comprar as primeiras "bibliotecas" dele ao saírem do cinema)? A verdade é q a coleção saiu na época errada!

    No mais... Não sei dizer se as editoras fazem (ou faziam) pesquisa de mercado... Só sei q às vezes "parece" q NÃO, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se as "Bibliotecas" fossem lançadas nos dias de hoje, acredito que teriam enorme aceitação."

      "Tbm acho q se as "BHM" fossem lançadas hj (e tido continuidade)... A linha toda teria mais força"

      Concordo parcialmente com vocês, tem BHM ou Masterworks que nem hoje venderia o suficiente para ser continuamente publicado no Brasil.

      Mas pelo menos em relação ao Homem-Aranha a sua BHM estaria garantida, ainda mais pela exposição do personagem nos próximos filmes da Marvel.

      Se a Salvat tivesse apostado nisso, ao invés dessa coleção em fase de testes, que muitos de nós torceram o nariz, acredito que poderia fazer frente inclusive as vendas iniciais da Coleção Black Cover.

      Imaginem dividir cada um dos 19 Masterworks em dois?

      Seriam 38 edições mensais, com o mesmo acabamento. E quem sabe sendo comercializadas pelo valor inicial da coleção Black em 2014 os R$ 29,90!

      Essa possibilidade é tão fantástica e crível, que a Salvat pode até ter pensado nisso...

      Mas ao tentar licenciar com a Panini Itália (pois não existe coleção similar a mesma na fonte alemã da Salvats), a Panini Brasil ter embargado.

      Vão vendo... :))

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  62. "Teve uma historia do Homem Aranha que eu li recentemente e o mesmo no fim da historia termina desmaiado no chão, e o povo se aproximando dele, e a historia seguinte não é a continuação."


    Oi, Marcilio... Tdo bem?

    Brigadão mesmo por ainda continuar acompanhando as postagens do blog (sei q ando super-atrasado com as atualizações, hehe - mas sigo respondendo todos os comentários diariamente)!

    E essa história q vc falou do "aranha" desmaiado e q termina com a multidão chegando... Deve ser uma q saiu na ed. temática de "CHM do Aranha" Vol. 5 (dedicada ao "Abutre"): Deixaram mesmo a história sem final, e detalhe: nem é a 1º vez q os editores da "CHM" fazem uma coisa do tipo (houveram outros casos parecidos tbm)!

    Tenho a continuação dessa história na "Teia" (Abril)... mas não me lembro como ele escapa dessa, rs (só sei q ele se safa sem q ninguém veja seu rosto)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tadeu Olivetti11/02/2017 10:49

      Tenho essa história do Abutre que consta no número 33 dos antigos tempos da EBAL. O Homem-Aranha vai pra cadeia, porém, o Capitão Stacy o protege da possibilidade de retirada de sua máscara. Não houve sequência porque o Abutre some de cena, pois o Aranha, ainda caído, destrói o seu mecanismo de vôo. Se o temático era sobre os confrontos com o Abutre, ele deixou de existir. O problema é que para aqueles que não conhecem a sequência, fica o ponto de interrogação no ar. Uma lástima!!!

      Excluir
  63. Gostaria de deixar os meus parabéns ao Pedro bouça q traduziu algumas coisas do dredd e para a mythos pelos materiais dá 2000ad , excelentes histórias , mêsmo as mais fracas estão acima dá média dos comics americanos, acho q excetuando o mercado Américano e o britânico é claro aqui deve ser onde mais esta tendo lançamentos do dredd , alguma spoiler de lançamento tos futuros dá 2000ad ? Não rola nada do Dr Who do Allan Moore? Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este ano deve sair a saga Day of Chaos, que vai ser muito impactante para Mega-City.

      Os direitos de Dr. Who estão com outro pessoal, não são os mesmos da 2000 AD atualmente.

      Excluir
  64. Essa mesmo Leo, e foi uma tremenda palhaçada. Eu tenho também todas as CHM, mas estou lendo aos poucos pois o tempo é escasso, e a pilha de leitura atrasada continua aumentando. Valeu.

    ResponderExcluir
  65. "Em relação ao CONAN, considero o único e maior vacilo da Mythos o "gap" muito grande entre os 1º(2005) e 2º(2016) volumes de Conan o Cimério encadernado."


    E aí, VAM... blz?

    Eu acho q a Mythos tem desperdiçado o potencial comercial do "Conan"... Pois a fase clássica, q é o q mtos leitores pedem pra ser encadernada, a editora lança num formato surreal (O Libertador) custando na faixa de 170 reais e inviabilizando o produto pra uma grande parcela do público!

    Sem falar, é claro: no hiato q vc mencionou e nas mudanças de formato no meio das coleções!

    Abs!

    ResponderExcluir
  66. "Se não pelo retorno financeiro positivo o Hunter deve ter o mesmo poder do Jesse Custer!"


    Pior, né? rs...

    "PUBLIQUEM DREDD SEM PARAR"!

    Abs!

    ResponderExcluir
  67. "Sim, para mim já perdeu todo o impacto como morte. Consigo me impactar mais com a morte dela naquele filme de 2014, do que naquela da HQ."


    E olha q foi de lascar ver a Gwen (interpretada de forma magistral pela Emma Stone) sendo morta por aquele "duende" genérico (refugo de filme B)!

    Só pq eu fui um dos poucos fãs do aranha a ter achado legalzinho o 1º filme com o Garfield... Desandaram de vez o bolo no 2º, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ache que foi um dos poucos, várias pessoas gostaram do primeiro com o Garfield, o problema foi algumas "alterações" que a Sony achou que os fãs não se importariam, mas a cena da morte da Gwen no filme foi realmente mais impactante do que na HQ ( inclusive no fim do primeiro filme o Cap. Stacy morreu para mostrar que iria adaptar a saga ).

      Excluir
  68. "e só você considerar que as histórias do Aranha terminam antes do surgimento do Carnificina como já comentamos aqui."


    Eu tenho a minha cronologia pessoal do "aranha" sim, VAM... E ela termina mesmo nessa ed. q vc mencionou: O nº 150 da Abril (tudo q veio depois eu desconsidero OU trato como se fosse "What If", hehe)!

    Porém... A 1º aparição do "Carnificina" ainda tá dentro da minha cronologia (pois rolou no "aranha" nº 149 da Abril, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ouviu a frase "o que foi visto, não pode ser desvisto"? Ela se aplica bem ao meu caso. Assim como eu não consigo ler as ditas boas sagas depois de "presepadas astronômicas". O fato é que eu não consigo fazer esse fim de cronologia pessoal, ainda mais os envolvendo a Gwen.

      Excluir
  69. "É o fim a editora não divulgar as histórias no release, nem na contracapa, nem nada. Só vai dar pra saber quando alguém comprar e fizer o teste na hard mesmo!"


    Oi, Leo... Nem precisa agradecer, xará: Eu não faço mais do q o mínimo q eu considero necessário pra manter o fluxo de informação por aqui (e com certeza eu ainda faria BEM mais se tivesse mais tempo livre no dia-a-dia)!

    Uma coisa q acaba me prejudicando bastante tbm... é o fato de mtos desses lançamentos demorarem demais pra virem aqui pro sul (tem gibi q leva meses pra chegar aqui em relação ao eixo SP). Se eu encontrasse essa ed. do "Conan" aqui, eu mesmo já teria tirado do plástico e resolvido a dúvida da seleção de histórias, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  70. "Concordo parcialmente com vocês, tem BHM ou Masterworks que nem hoje venderia o suficiente para ser continuamente publicado no Brasil."


    Oi, VAM... Eu já acho q as "BHM" poderiam ser ainda melhor aproveitadas se rendessem uma coleção nos moldes da Salvat (mas feita pela Panini - pra evitar um pouco o relaxamento da Salvat) com 100 edições e possibilidade de extensão pra mais 100 (se vender bem)!

    Isso cobriria parte das mais de 200 edições q saíram lá fora (mesmo q as ed. aqui tivessem menos pág pra não encarecer mto)! Pois acho q a graça das "Bibliotecas" é oferecer pro leitor a chance de conhecer aquele personagem restolhão ou série rara q nunca foi publicada ou é pouco conhecida no Brasil!

    Eu imaginava uma coleção de "BHM" dessa forma: 100 ed. (pra começar) mesclando medalhões e restolhos... e as eras de ouro e prata (ou até a ouro em separado numa coleção menor)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  71. "Tenho essa história do Abutre que consta no número 33 dos antigos tempos da EBAL. O Homem-Aranha vai pra cadeia, porém, o Capitão Stacy o protege da possibilidade de retirada de sua máscara."


    Brigadão mesmo, Tadeu... Não lembrava dos rumos dessa história!

    Eu tenho ela na "Teia" nº 5 da Abril (q tem a mesma capa q a Panini usou na CHM dedicada ao "Abutre")! Certamente o Cap. Stacy protegeu o aranha nesse caso até por já saber ou desconfiar q ele era o Peter!

    Abs!

    ResponderExcluir
  72. "Gostaria de deixar os meus parabéns ao Pedro bouça q traduziu algumas coisas do dredd e para a mythos pelos materiais dá 2000ad , excelentes histórias , mêsmo as mais fracas estão acima dá média dos comics americanos"


    Assino embaixo, Tadeu... Com certeza, o Hunter tá de parabéns pelo excelente trabalho feito nas ed. do "Dredd"!

    Até poucos anos atrás seria impensável vermos tantos encadernados do "Dredd" sendo lançados no Brasil... Com o fim da Pandora, eu até achei q jamais voltaria a ver o Dredd ou a linha 2000 AD nas bancas novamente! Ainda bem q esse quadro mudou (pra melhor)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  73. "Se não pelo retorno financeiro positivo o Hunter deve ter o mesmo poder do Jesse Custer!"

    Pior, né? rs...

    "PUBLIQUEM DREDD SEM PARAR"!

    - - -

    Hunter, se você estiver lendo isso, bem que poderias "sugerir" a Mythos à publicação dos materiais do Brubaker (Criminal, Incógnito & Velvet) companheiro.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Criminal e Incognito saíram pela Marvel, acho que só a Panini pode publicar!

      Velvet é uma possibilidade, mas já não tem gente publicando o Brubaker por aí?

      Excluir
    2. "...mas já não tem gente publicando o Brubaker por aí?"

      Que eu saiba, somente a os Deluxe do Capitão América e os vindouros do Demolidor todos pela Panini.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Que eu saiba não... surgiu mais uma editora aventureira aí lançando The Wicked + the Divine apenas (que evidentemente, não é do Brubaker, é da dupla Gillen/McKelvie).

      Excluir
    4. Da parceria Bruba/Philips podiam incluir aí "Fatale" também! É Image.

      Excluir
    5. Em tempo... Novo Século/Geektopia pode até ser aventureira (e quem não é, nesse mercado brasileiro), mas começou com o pé direito: "Incrível, Fantástico, Inacreditável Stan Lee" foi uma das leituras mais divertidas do ano passado...

      Excluir
    6. Estou mal acostumado por esse material do Brubaker sair aqui em Portugal...

      Excluir
    7. "...incluir aí "Fatale" também! É Image."
      Esqueci dessa, dogma! Quem sabe pela Devir?

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    8. "Estou mal acostumado por esse material do Brubaker sair aqui em Portugal..."

      Já sugeri uma vez pra Comix, importar essas edições. Pois com o novo acordo ortográfico, imaginava que a leitura seja bem fluída.

      Infelizmente, não obtive feedback.

      - - -

      Pô Hunter, levanta a bola na Mythos, se possível.

      Já que eles tem investido nas séries da Dynamite, talvez material tendo o Brubaker como chamariz de vendas, seja uma boa aposta.

      Além das reedições do Capitão a Panini vai trazer o DD no formato DeLuxe. Então o nome do camarada, vai continuar em evidência.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  74. Para mim, fora a de "Medioka", o resto todo é tão dispensável quanto aquelas "Disney Mega Jumbo". Para mim esse encadernado só não foi minha pior aquisição da Disney porque comprei o Ducktales.

    Vi o pessoal falando que a "Medioka" era uma história politico-social e tal, mas para mim não passou de uma historia boa, que te envolve. Esse encadernado me mostrou o porque não sair do quarteto Barks/Gottfredson/Taliaferro/Canini ( sim, fora o A Saga Tio Patinhas, não gosto de mais nenhuma história do Don Rosa ).

    Eu estive testando em scans as HQs que você mencionou que sairiam por meio dos "drops de noticias" e "visões", e foram realmente poucas as que me deram interesse e acho que esse ano meu bolso só não vai sair mais leve porque terá a coleção Gottfredson ( já que a coleção do Taliaferro só deve sair ano que vem ).

    Aqui vai as HQs da Salvat que ainda pretendo da uma conferida :
    Salvats Clássicos : Howard O Pato, Deathlok Origins, Marvel What if e Marvel Horror ( dependendo é claro de eu conseguir ou não as HQs desses personagens pela Panini )
    Salvat Vermelha : só a do Rocket Racoon ( sim, é a única edição das que tá pra sair que contém a maioria das historias na fase clássico, pois o resto é só a primeira aparição e um arco atual ).

    ResponderExcluir
  75. "Não ache que foi um dos poucos, várias pessoas gostaram do primeiro com o Garfield, o problema foi algumas "alterações" que a Sony achou que os fãs não se importariam"


    É complicado avaliar esses filmes do "aranha"... Eu gostei dos 2 primeiros do Sam Raimi, apesar de achar inadequado o ator principal (q virou um Peter "bobalhão"): Já o 3º filme eu achei um LIXO completo!

    Os do Garfield... Gostei apenas do 1º: Achei q o ator ficou melhor (tem mais iniciativa e faz mais piadas), mas o vilão (Lagarto) ficou uma bosta (mto fajuto em cgi e nada ameaçador). Já o 2º filme eu considero um desastre total (roteiro péssimo e vilões idem)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, os filmes do aranha tinham o melhor 3D que eu já vi e um dos poucos que valeu a pena pagar a mais, já esse novo filme deve ter um bem mais fraco.

      Excluir
    2. Acho os 2 1/2 filmes do Raimi muito bons. O problema é a metade final do terceiro filme que mandou a série pro saco.

      O reboot é legalzinho e só.

      Excluir
  76. "O fato é que eu não consigo fazer esse fim de cronologia pessoal, ainda mais os envolvendo a Gwen."


    Eu já tenho mais facilidade pra isso... Fiz uma cronologia pessoal pra cada personagem da Marvel e DC. O "aranha" (pra mim) vai desde sua criação até esse início dos anos 90 (e ACABOU - antes da "Saga do Clone"). A partir daí, desconsidero tudo q fizeram com ele (só vale aquilo q eu decidi guardar na estante, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até queria conseguir, mas sempre algum acontecimento me faz lembrar e o repúdio volta. Mas não faz mal não, pois essa saga nem está entre minhas favoritas.

      Excluir
  77. "Salvats Clássicos : Howard O Pato, Deathlok Origins, Marvel What if e Marvel Horror ( dependendo é claro de eu conseguir ou não as HQs desses personagens pela Panini )"


    E aí... blz?

    Dessas q vc citou, devo pegar todas tbm... Uma das q tô mais ansioso até é a do "Howard": Sempre quis ler esse material e nunca tive a chance (só li dele algumas histórias avulsas e fora de ordem, além da mini-série MAX: q tá inédita no Brasil)!

    A Disney eu acho q tá bem servida pra este ano (e pro próximo)... este mês já tem o "PATO 4" do Barks e mês q vem começa o "Mickey" do Gottfredson. Serão 2 coleções de grande porte pra gente ir fazendo bem na manha (a do Taliaferro eu vou fazer certo pro ano q vem tbm, da mesma forma q a do Don Rosa e depois só resta finalizar a do Canini)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Howard O Pato eu já queria ter porque é um estilo de história de que gosto, e fase clássica é melhor ainda. Deathlok é uma das melhores "histórias independentes" que a Marvel já fez, tanto que vários escritores da antiga Heavy Metal se inspiraram no Deathlok. Marvel What If era uma boa coleção na fase clássica e desejaria ter ao menos algumas ( não toda a coleção ). Marvel Horror é bem provável que eu compre a versão Salvat, já que a banca que eu comprava HQs fechou e só tenho como opção as livrarias que eu não tenho como ir muitas vezes ( mas eu ainda estou resistindo a pegar essa aí ).

      A Disney não tem o que falar, já tá reservada as compras do ano.

      Excluir
  78. Oi Leo, beleza?
    Aquela do robin hood não é estranha.... Não sei se tem alguma outra com desenhos parecidos, tenho que dar uma olhada nos três volumes dos anos de ouro do pato Donald. Excelente post! Abraço

    ResponderExcluir
  79. "Este ano deve sair a saga Day of Chaos, que vai ser muito impactante para Mega-City."


    Opa... Valeu mesmo pela notícia, Hunter:

    Essa saga é composta de 3 encadernados, né? Vi q numa das capas aparecem os "Juízes do Apocalipse": Parece q vai ser daquelas épicas então, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito épica mesmo! É a saga mais longa do personagem até hoje!

      Excluir
  80. "Howard O Pato eu já queria ter porque é um estilo de história de que gosto, e fase clássica é melhor ainda."


    Eu tbm gosto desse estilo mais "underground" e loucão q o "Howard" tem... é o tipo do gibi q foge às regras convencionais e se torna uma leitura no mínimo imprevisível!

    Tbm vou certo nessa ed. do "Deathlok" (um camarada meu tem o "Masterwork" importado e eu achei mto boa a edição (a da Salvat vai trazer quase q o mesmo conteúdo da "Biblioteca")! "What If" sempre foi das minhas séries favoritas qdo eu era moleque (não vou perder essa de jeito nenhum)! E o "Horror" é a única q eu tô na dúvida (apenas por já ter boa parte do material pela Panini)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O "Horror" sai esse mês Leo, e como eu vou ter de gastar uma grana empurrada com Conan, vou comprar essa para "economizar" o que gastaria com a coleção "Horror" da Panini, já que a Abril esse ano vai me fazer gastar bastante, fora as "surpresas" que podem sair durante o ano.

      Agora adiciona a sua lista a edição Salvat Vermelha do Rocket Racoon que é a única das próximas estreias da coleção que a maioria das histórias são do período clássico e a saga na edição é boa, e deve sair em Novembro, então essa é para se prestar atenção.

      Excluir
    2. o Deathlok é legal. É um dos primeiros trabalhos de George Pérez, e possui arte de gente como Rich Buckler, Mike Zeck e (no caso do meu encadernado aqui) John Byrne. Verdadeira festa.

      Excluir
  81. "Aquela do robin hood não é estranha.... Não sei se tem alguma outra com desenhos parecidos"


    E aí, João... blz?

    O "Robin Hood" é uma lenda da mitologia inglesa... E a Disney já abordou diversas vezes esse personagem: Inclusive, tinha até uma raposa no papel de "robin" q estrelou um desenho animado da Disney nos anos 70!

    E brigadão mesmo por ter curtido a postagem...

    Abs!

    ResponderExcluir
  82. "Agora adiciona a sua lista a edição Salvat Vermelha do Rocket Racoon que é a única das próximas estreias da coleção"


    Opa... Valeu mesmo pela dica:

    Sim, eu aprendi a gostar do "guaxinim" através do FILME (admito, já q a HQs dele eram raras no Brasil até então)!

    Dessa forma... Me interessa bastante sim uma ed. totalmente dedicada à ele (ainda mais se for de uma fase mais clássica)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  83. "o Deathlok é legal. É um dos primeiros trabalhos de George Pérez, e possui arte de gente como Rich Buckler, Mike Zeck e (no caso do meu encadernado aqui) John Byrne. Verdadeira festa."


    E q festança mesmo, hein?

    Qdo sair o encadernado do "Deathlok" por aqui, podermos matar a saudade de uma antiga ed. de "HTV" (q trazia ele na capa) e ao mesmo tempo, iremos contemplar histórias INÉDITAS dele q nunca foram publicadas no Brasil!

    Abs!

    ResponderExcluir
  84. Parece que a Abril soltou o freio de mão com a Disney (assim como a Mythos com o Dredd). Mas ao contrário do Juiz, achei o conjunto da obra bem mediano. Vou me limitar a coleção do Barks mesmo.

    E quanto as BHM, pelo visto material clássico só nas bancas mesmo. Concordo com a maioria, as bibliotecas foram um produto a frente do seu tempo. Hoje com o "boom geek", venderia a rodo.

    ResponderExcluir
  85. "Dessas 5, a única que ainda cheguei a pegar em mãos foi a dos Super-Heróis, motivado principalmente pela memória afetiva da edição extra do "clube"


    Oi, SEMI... blz?

    A seleção de histórias clássicas dos "Super-Heróis" Disney até q tava boa, pois tivemos material antigo do "Superpato", "Morcego Vermelho", e "Clube dos Heróis"... Mas a inclusão de material recente (E de baixa qualidade) no mix foi um banho de água fria e tbm inviabilizou essa ed. pra mim (já q ficou "meio-a-meio" e não acheio q valia a pena investir 60 reais se não fosse pra ter uma ed. 100% do meu agrado)!

    Além do mais... As melhores HQs desse encadernado eu já tenho em formatinhos mesmo (dá pra ir quebrando o galho)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  86. "Concordo com a maioria, as bibliotecas foram um produto a frente do seu tempo. Hoje com o "boom geek", venderia a rodo."


    Tbm acho, SEMI...

    Lembro como se fosse ontem... Qdo em 2007 as "Bibliotecas" estrearam no Brasil e as livrarias (Cultura) publicaram artigos em revistas (da própria livraria) explicando pros seus clientes q "gibis" tbm poderiam ser considerados "livros" com um acabamento melhor (capa-dura) e q por esta razão, a livraria estaria dispondo dessas "bibliotecas" num setor especial pra quadrinhos de luxo!

    Era uma coisa tão "inovadora" em 2007... E hj é a nossa "rotina", rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A dúvida que eu tenho é sobre a assimilação dessas histórias clássicas pelo leitor "modinha".

      Aranha e Vingadores eu achei ótimas. X-Men e Demolidor (que são meus títulos favoritos) o que vale pra mim é o que veio depois. Passaria minhas BH pra frente sem dó.

      Excluir
    2. Eu já acho q isso não seria problema, SEMI... Pois as "CHM" tem servido de parãmetro pra mostrar q existe um segmento de público interessado no material clássico/vintage da Marvel!

      Os leitores "modinha" nunca foram o foco das "Bibliotecas" (nem aqui e nem lá fora)... E cá pra nós, o público das antigas tem praticamente implorado pela volta das "Bibliotecas", pois embora mais baratinhas, as CHM pecam pela falta de ordem cronológica e seleção caótica!

      Abs!

      Excluir
    3. Não é prudente relevar a grana dos modinhas. rs

      Mas mesmo entre os veteranos, uma coisa é material clássico selecionado, outra é respeitar religiosamente uma ordem.

      BHM X-Men por exemplo, não me interessa mais. Demolidor ainda valeria como curiosidade, mas também não me empolga.

      O Aranha seria sensacional. De resto, acho que eu só compraria Vingadores. Vá lá o Quarteto...

      Excluir
    4. Tem colecionador "Raíz" e colecionador "Nutella", hehe...

      Mas olha, duvido q alguém ficasse triste com uma "Biblioteca" do "Dr. Estranho", "Warlock", "Punho de Ferro", "Luke Cage", "Pantera Negra", etc... Tem mto material fóda com personagens q não são os medalhões do 1º escalão Marvel e q ainda tão com mto material inédito ou de difícil acesso no Brasil!

      A "Biblioteca do Demolidor" é um bom exemplo: Saiu só a 1º aqui... Mas a partir da 2º até a 6º, tem uma porrada de coisa legal (Romitão, Gil Kane, Gene Colan) q só o leitor das antigas conheceu pela EBAL e mta coisa foi pulada pela Abril (q já mandou direto pra fase Miller)!

      Abs!

      Excluir
    5. Seriam esses os "Tesouros Marvel"? BH dos medalhões já é sonho. Desse segundo escalão é devaneio! rs

      Realmente os primórdios do "Lado B" tem muita coisa boa. O Motoqueiro Fantasma por exemplo, a CH do Marvel Terror foi uma grata surpresa. Não esperava que as histórias fossem tão legais.

      Excluir
    6. E aí, SEMI... blz?

      Eu gosto de ter esses devaneios de vez em qdo, rs... Mas realmente, uma vez o "X-9" me falou q as "Bibliotecas" foram descontinuadas aqui, pq a Panini não poderia continuar mantendo só as séries do "Aranha" e "X-Men" (as mais vendidas) e ignorar todo o resto (capitão, ferroso, thor, até o "Ka-Zar" teve uma BHM lá fora!

      A graça das BHM é justamente ter acesso aos restolhões (2º e 3º escalão pra baixo) e assim, acompanhar o desenvolvimento cronológico do universo marvel num TODO! Se for pra ficar só com 2 títulos, nem valeria a pena: Foi assim q surgiu a ideia das "Coleções Históricas" (formato econômico e liberdade de publicação sem se ater à continuidade cronológica)!

      Abs!

      Excluir
    7. Curioso isso que o X-9 disse. Será que a Abril então nunca teve o interesse por conta dessa exigência?

      O mais próximo que ela chegou do formato das BHMs foi a Spider-Man
      Collection, aquela c/ os DVDs.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    8. Oi, VAM... tdo bem?

      Pois é, o X-9 já chegou a ter uma participação direta nas "Bibliotecas" (trabalhando em algumas edições) e segundo ele, não teria mais como a Panini seguir adiante com apenas 2 ou 3 títulos e ignorar todo o resto, pois (pelo q entendi) a linha "masterworks" é considerada como sendo "um pacote todo" (pular alguns extremos de restolhices ainda vá lá, mas ficar só com 2 ou 3 filés não rolaria)!

      Diante disso... teria surgido a ideia das "CHM": Q eliminariam o vínculo em se publicar TUDO (foram mais de 200 "bibliotecas" lá fora cobrindo as Eras de Ouro, Prata, e Atlas)! Mas com isso, a ordem cronológica foi pro saco, já q a limitação fixa de pág (164) poderia deixar uma história pela metade se fossem seguir uma ordem rígida demais. Botar a coleção temática foi a forma de resolverem isso (só acho q exageram mto nos pulos e cortes: a seleção em geral costuma ser mto "picotada")!

      Abs!

      Excluir
    9. Leo, deve ter alguma brecha nessa regra dos Masterworks, companheiro.

      A extensão clássica da Salvat é um exemplo disso, tem volumes que são edições inteiras de Masters c/ capa.preta e não são poucos.

      Alguns até, tem uma ou duas histórias de diferença, como o Volume V, s/ a aparição da MJ.

      Não me surprenderia se a Coleção Aranha Branca, vir com alguns Masters no mesmo esquema.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    10. Oi, VAM... Acho q eu me expressei mal:

      O q eu quis dizer é q a coleção das "Bibliotecas" (masterworks) com esse nome e padronização de capas/estrutura... É q não pode rolar se não for o "pacote todo" com esse SELO! E esse formato foi rejeitado como série contínua!

      Mas isso não impede q o CONTEÚDO dos "masterworks" sejam redistribuídos em uma NOVA coleção com outra proposta: Foi o q fizeram nas "CHM" e nas coleções da Salvat (boa parte do q sai ali foi tirado direto das "bibliotecas")!

      Abs!

      Excluir
  87. meu pai vai
    comprar pra mim
    A HQ Tesouros Disney
    adoro desde sempre as Histórias da Disney
    belíssima ´pra mim o que me importa e o conteúdo a capa nem Tanto , PS A Capa é linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Claudio... Tdo bem?

      Tomara q vc goste dessa edição dos "tesouros" então: Depois diz aí o q achou dela, blz?

      Eu tbm adoro as histórias da Disney... e tenho curtido mto essas últimas edições com clássicos (principalmente esses encadernados de luxo)! A capa dos "tesouros" eu achei mto bonita tbm (belíssima imagem)!

      Abs!

      Excluir
  88. Torço para que um dia saia coleção do Don Rosa, adoro a arte detalhada dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, blz?

      A coleção do Don Rosa parece q tá na fila entre os próximos lançamentos pro ano q vem! Tbm sou fanzaço da arte dele!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...